segunda-feira, 11 de abril de 2011

Dopamina, Serotonina, Epinefrina / adrenalina, Norepinefrina / noradrenalina, Encefalinas / Endorfinas, Ocitocina, Cortisol, Hormônio do Crescimento

Dopamina: A dopamina influencia a atividade motora que envolve o movimento, a seleção consciente e o humor em termos de inspiração, intuição de possibilidade, alegria e entusiasmo. Baixos níveis de dopamina resultam nos efeitos opostos, tais como falta de controle motor, falta de jeito, incapacidade de concentrar a atenção e tédio. A massagem aumenta o nível de dopamina disponível no corpo.

Serotonina: A Serotonina permite que uma pessoa mantenha um comportamento adequado ao contexto; isto é, fazer a coisa apropriada no momento apropriado. Ela regula o humor em termos de emoções convenientes, atenção a pensamentos e efeitos calmantes, tranquilizantes e confortantes; também reduz a irritabilidade e regula estados de ímpeto, de modo que podemos reprimir a ânsia de falar, tocar e ser envolvidos em lutas pelo poder. Por exemplo, quando alguém lhe diz para "se controlar" está dizendo que você poderia usar uma boa dose de serotonina. A serotonina também envolve a saciedade; níveis adequados reduzem a sensação de fome e ânsia, como a de comida e sexo. Também modula o ciclo de sono/vigília. Um baixo nível de serotonina tem implicação na depressão, distúrbios alimentares, problemas de dor e desordens obsessivo-compulsivas. A massagem aumenta o nível disponível de serotonina.

Epinefrina /adrenalina e Norepinefrina/ noradrenalina: Esses termos são usados de maneira intercambiável em textos científicos. A epinefrina ativa mecanismos de excitação no corpo, ao passo que a norepinefrina funciona mais no cérebro. Elas são as substâncias químicas da ativação, excitação, do alerta e do alarme, na resposta de luta ou fuga e em todos os comportamentos e funções de excitação simpática. Se os níveis dessas substâncias químicas estão altos demais, ou se elas são liberadas num momento imprópio, a pessoa acha que alguma coisa muito importante está exigindo sua atenção ou reage com os impulsos básicos de sobrevivência de luta ou fuga. A pessoa pode ter um padrão de sono pertubado, em particular uma falta de sono, que é o sono restaurador. Com baixos níveis de epinefrina e norepinefrina, o indivíduo fica moroso, sonolento, fatigado e subestimulado.
A massagem tem efeito regulador sobre a epinefrina e a norepinefrina por meio da estimulação ou inibição do sistema nervoso simpático ou da estimulaçao ou da inibição do sistema nervoso parassimpático. Essa função da massagem de equilíbrio generalizado parece recalibrar os níveis apropriados de adrenalina e noradrenalina. Dependendo da resposta do SNA, a massagem tanto pode despertar uma pessoa com facilidade e aliviar a fadiga, como consegue acalmar uma outra que está furiosa e andando de uma lado para outro.

Encefalinas / endorfinas: São levantadores de ânimo que dão suporte à saciedade e modulam a dor. A massagem aumenta os níveis disponíveis de encefalinas e endorfinas.

Ocitocina: É um hormônio que pode ser associado à relação de par ou casal, na ligação dos pais, nos sentimentos de atração e de tomar conta, junto com suas funções mais clínicas durante a gravidez e a lactação. A massagem tende a aumentar o nível disponível de ocitocina, o que poderia explicar o sentimento conectado e de intimidade da massagem.

Cortisol: Hormônio de estresse, produzido pelas glândulas supre-renais durante estresse prolongado. Níveis elevados desse hormônio indicam aumento de estimulção simpática. O cortisol tem sido relacionado a muitos sintomas e doenças associadas ao estresse, inclusive estados de imunidade suprimida, pertubações do sono. A massagem reduz os níveis de cortisol.

Hormônio do crescimento: Promove a divisão celular e, em adultos, tem sido implicado nas funções de regenereção e reparação de tecido. Esse hormônio é necessário para curar e é mais ativo durante o sono. A massagem dinamiza, de maneira indireta, a disponibilidade do hormônio do crescimento, encorajando o sono e reduzindo o nível de cortisol.

  • Uma pessoa solitária e deprimida se sente mais animada depois da massagem (aumento de serotonina e ocitocina; diminuição de cortisol)
  • Uma criança com deficiência de atenção e distúrbios de hiperatividade pode fazer seu dever de casa depois de quinze minutos de massagem (aumento de dopamina e noradrenalina)
  • Alguém que sofre de dor crônica funciona melhor depois de uma massagem ( aumento de endorfina, serotonina e ocitocina).
  • Um fumante que esteja tentando parar de fumar pode evitar a ânsia por um cigarro após uma sessão de massagem (aumento de noradrenalina, serotonina e endorfina)
  • Uma pessoa que foi submetida a cirurgia tem cura mais rápida com massagem ( diminuição de cortisol e adrenalina; aumento de sono restaurador através da redução da dor; aumento de endorfina e serotonina, resultando em maior disponibilidade de hormônio do crescimento).

FONTE: LIVRO " FUNDAMENTOS DA MASSAGEM TERAPÊUTICA" SANDY FRITZ // SEGUNDA EDIÇÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário